Blog Artenata | Post

Um blog dedicado à arte, ao artesanato e à cultura popular brasileira.
21 March 2015

Mestre Paquinha | Múltiplos

Marcos Fernando Rodrigues da Silva, o Mestre Paquinha, nasceu em Teresina Piauí no ano de 1957. No início de sua carreira foi convidado para trabalhar na oficina do Mestre Cornélio que é considerado um dos mais tradicionais santeiros e entalhadores do Piauí.

Seu primeiro trabalho foi o entalhe de um nordestino tirando água de um poço, feito para uma feira que aconteceu no bairro onde morava. A partir daí Paquinha passou a dedicar-se à arte da escultura em madeira.

Sempre buscando representar temas regionais, inventou essa escultura que chama de “Múltiplo” que conta a aridez sertaneja, o ciclo de secas imposto ao retirante e a vida difícil no sertão através dos lavradores que rezam para que a colheita seja boa, levando consigo a cabaça e as sementes para plantar. O pássaro que fica em cima da escultura é o sabiá que, segundo uma lenda, só canta quando chove. Por isso é levado junto com os retirantes. Nessa escultura as figuras se encaixam ou se dissociam perfeitamente formando um conjunto de grande beleza e versatilidade.

O primeiro múltiplo feito por Paquinha foi difícil de ser vendido. “As lojas queriam que eu deixasse em consignação porque não era oratório. Aí, num desses locais, chegou um turista alemão e levou na hora o meu múltiplo. Então as pessoas começaram a aceitar. Precisou alguém de fora chegar e dizer que era bom.”, disse o artista.

Paquinha já participou de feiras de artesanato brasileiro e salões de arte em Teresina, Brasília e São Paulo. Em 1983 recebeu o primeiro prêmio no IV Salão de Arte Santeira, promovida pela Universidade Federal do Piauí.

//

Marcos Fernando Rodrigues da Silva, Master Paquinha, was born in Teresina Piauí in 1957. Early in his career he was invited to work in the workshop of Master Cornelius, which is considered one of the most traditional saint makers and carvers of Piauí.

His first work was a carving of a northeastern taking water from a well, made for a fair that took place in the neighborhood where he lived. From there Paquinha began to devote himself to the art of wood carving.

Always seeking to represent regional issues, he invented this sculpture he calls “Multiple” that tells the story of the backlands aridity, the cycle of drought imposed on migrants and difficult life in the hinterland that the farmers go through as they pray for quality in the harvest, taking with them the “cabaça” and seeds to plant. The bird that sits on top of the sculpture is the thrush that, according to legend, only sings when it rains. So that’s why it is carried along with the migrants. In this sculpture the figures fit perfectly or dissociate forming a set of great beauty and versatility.

The first multiple done by Paquinha was difficult to be sold. “Retailers wanted me to leave on consignment because it was not an oratory. Then, in one of these locations, a German tourist came and bought my multiple. After that, people began to accept it. It took an outsider to come and say that it was good.”, said the artist.

Paquinha has participated in brazilian craft fairs and art shows in Teresina, Brasília and São Paulo. In 1983 received the first prize in the IV Salão de Arte Santeira, sponsored by the Federal University of Piauí.

 

 

Texto e foto: Larissa Pampolha

Leave a Reply